Projeto

Verão in.Str / 2017
... é um espanto!

21 de junho a 22 de setembro de 2017
Do Solstício ao Equinócio

ORGANIZAÇÃO

A Iniciativa Verão In.Str, na sua edição de 2017, é uma organização da Câmara Municipal de Santarém e da ERTA/R – Entidade Regional de Turismo do Alentejo – Ribatejo e conta com o apoio da CCDR – Alentejo, do Programa Portugal 2020 e da União Europeia.

Integrando o Projeto In.Str, a Iniciativa sustenta-se numa parceria que integra: a União de Freguesias da Cidade de Santarém, uma centena de Agentes Culturais (Instituições, Associações e Agentes Individuais); 6 Ginásios; 5 Imobiliárias; 16 Restaurantes e 18 Pastelarias, para além de um conjunto de outras entidades apoiantes.

 

I. O PROJETO - APRESENTAÇÃO

Ao definir-se a designação: Proj In.Str, abreviatura de Projeto In.Santarém, pretendeu-se projetar uma ideia de inclusão: ao nível da participação na sua construção; da abrangência dos públicos a que se destina; das diferentes necessidades de cada um e de diferentes expressões e formas artísticas.

Por outro lado, pretendeu-se também acentuar a indicação da eleição de um território específico: O Centro Histórico da Cidade.

Mas ao conceito de inclusão, também pretendemos conferir o sentido de centralidade cultural, referencial de todos os escalabitanos, isto é: vivamos onde vivamos, noutra cidade do país, ou até no estrangeiro, todos habitamos o Centro Histórico de Santarém, todos temos direito a reivindicar parte da espacialidade desse local único; todos nos identificamos com esse espaço singular.

É no centro que se encontra o espirito da cidade. O Centro é espaço de encontro e de comunhão. É do Centro que falamos quando apresentamos a nossa terra aos nossos amigos. O Centro Histórico de Santarém é a essência dos Escalabitanos.

Neste contexto este é também um projeto de redescoberta do espirito deste lugar: Santarém.

Não é também despicienda a opção da fórmula abreviada, In.Str, como aproximação a uma linguagem deste tempo pós moderno em que vivemos e, a que a comunicação (também por SMS), tanto recorre.

O Proj In.Str, (em anexo) aposta assim na valorização e reforço dos recursos culturais da cidade, na sua viabilização económica, e no reconhecimento dos seus contributos para a construção da coesão social, e da sustentabilidade do território, potenciando produtos e serviços culturais locais com criatividade e competitividade, sublinhando a importância da associação do nome da cidade, como marca de qualidade, aos produtos culturais que da mesma emanam, assumindo a expressão “feito em Santarém”.

Nascido da vontade dos Agentes Culturais de Santarém e do Município, veio concretizar-se assim uma metodologia participativa de programação cultural na e para a cidade, instituindo processos colaborativos de trabalho em conjunto.

 

II. A INICIATIVA “Verão In. Str …é um espanto!”

Deste coletivo emergiu uma proposta de animação cultural da cidade, designada, por sugestão do ator/encenador Carlos Oliveira: Verão In.Str.

A esta designação foi adicionada a expressão formulada por Mário Rodrigues, artista plástico, ao afirmar “Temos que criar um espanto.”

Assim, pretende-se viver o Centro Histórico da cidade, ocupando lojas devolutas, largos e praças, promovendo as artes, os espetáculos e a cultura, mas também refletir sobre o que se vai fazendo, provocando o diálogo e a troca de experiências, conhecimentos e vivências.

Cada Agente Cultural envolvido aporta o seu trabalho, as suas propostas estéticas, a sua realidade artística e no encontro e salutar confronto de uns com os outros e entre todos, se procurará mais uma vez reencontrar o espírito de uma cidade e do seu centro urbano antigo, que “já foi grande entre todas as cidades e vilas de Portugal”.

 

III. LINHAS DE PROGRAMAÇÃO

In. Agenda

Cerca de duzentos eventos de carácter espetacular especialmente desenhados para o Verão In.Str, deverão ser vistos por um público superior a 100.000 pessoas, nos cinco “palcos” selecionados: Praça Sá da Bandeira (Largo do Seminário), Largo Padre Francisco Nunes da Silva (largo do Padre Chiquito), Largo Visconde Serra do Pilar (Praça Velha) e Auditórios da Portas do Sol e do Jardim das Portas do Sol.

In. Downtown

Em quatro 5as feira dos meses de junho, julho, agosto e setembro, o comércio é desafiado a estar aberto até mais tarde, convidando a compras com mais tempo para apreciar e decidir. Nas ruas, em simultâneo, diversos grupos de artistas oferecerão música, malabares, comédia, alegria e muita animação.

In. Artes

Prevê-se a abertura de 10 lojas devolutas do Centro Histórico de Santarém, transformadas em galerias de arte que deverão receber um público estimado de 40.000 visitantes. O In.Artes tem vindo a ser reconhecido como uma das mais significativas dimensões da iniciativa, pois catalisa a colaboração coordenada de proprietários, imobiliárias e artistas.

Por outro lado, constitui-se como uma oferta permanente de encontro com o trabalho artístico feito em Santarém. Esta área do projeto contará com uma oferta específica de programação cultural de diverso caracter (música, dança, poesia, e apresentação de trabalhos artísticos).

Este ano deverá ainda incorporar novas componentes como a Street Art, entre outras.

In. Artes / Caminhos das Artes

No contexto da linha de programação In.Artes, surgem os “Caminhos das Artes”. O que se pretende é transformar o Centro Histórico de Santarém num espaço aberto às artes e especificamente à fotografia.

Serão expostos um conjunto de imagens em painéis e 1,5m por 1m impressos em suporte apropriado (alveolar), com capacidade de resistência ao tempo. Estes painéis serão fixados às varandas dos edifícios do Centro Histórico da cidade. Prevê-se a instalação de cerca de 70 a 100 destes painéis fotográficos e as imagens a exibir serão selecionadas por convite aos fotógrafos.

A componente técnica de os “Caminhos das Artes” será assegurada por um conjunto de fotógrafos de Santarém, integrantes da parceria do Projeto In.Str.

In. Movimento

As Aulas abertas de Movimento, asseguradas de forma rotativa pelos Ginásios Academia 100%, Twins Fitness Station, Visual Fitness e XL’s, vão decorrer às terças e quintas-feiras, entre as 10h30 e as 11h00, no Largo do Padre Chiquito (Largo Padre Francisco Nunes da Silva).

As Aulas abertas de Yoga, asseguradas pela AMA - Associação Movimento Aberto, vão decorrer todos os sábados de manhã, das 11h30 às 12h30, no Jardim das Portas do Sol, prevendo-se uma participação de cerca de 1000 participantes de todas as idades, respirando a paz e o silêncio da manhã, no reencontro de cada um consigo próprio, espraiando a vista pela lezíria além tejo.

In. Sabores

Estamos neste momento a preparar um conjunto de iniciativas a desenvolver durante o verão que se consideram poder dinamizar significativamente a restauração da cidade, nomeadamente:

  • Apresentação pública da Iniciativa Verão In. Str num largo da cidade, com degustação de petiscos ribatejanos, de produtos regionais e de vinhos;
  • Campanha “Petiscos & Companhia” (Restaurantes)
  • Campanha “Tomate, Azeite & Alho” Restaurantes)
  • Festival de Street Food (ultimo fim de semana do mês)
  • Campanha de promoção das Pombinhas de Santarém (Pastelarias)

Prevê-se a participação da generalidade dos Restaurantes e das Pastelarias;

In. AfterHours

Pretende-se mais uma vez envolver os Bares, complementando a oferta da cidade, estendendo o tempo de permanência e o prazer de usufruir Santarém;

In. Tradição

Todos os sábados de manhã o mundo rural invade a cidade trazendo usos e costumes, musica, dança, gastronomia e a recriação de atividades agrícolas campesinas, transportando a alegria que lhe é própria e dinamizando o comércio local;

In. Cidade

Pretende-se articular um programa de visitas guiadas regulares, sempre às 3as feiras de manhã, com a organização e oferta de visitas temáticas de outra periodicidade.

Em termos globais o que se pretende transmitir é o sentimento de alegria e paixão que todos sentimos por Santarém, pela sua história, pela sua cultura, pela sua monumentalidade e pela sua atualidade. Simultaneamente, oferecer esse sentir a todos os que nos visitarem, o prazer de passear em santarém e de recordar que esta é uma cidade magnífica, num espaço de eleição que nos orgulha, local de exceção para viver e que vale a pena visitar.

Nuno Domingos