ptzh-CNenfrdeites

Notícias

O projeto Verão In.Str...é um espanto!, da Câmara Municipal de Santarém, apresentou na passada segunda feira, 9 de julho, a 3ª edição, desta feita com a denominação: “Menus História com Arte - Pombinhas de Santarém”, na Pastelaria Bijou

.

Este ano, o projeto abrange uma nova vertente: a Arte. Foi lançado um desafio aos artistas da região de exporem obras de arte nas pastelarias aderentes. Assim, enquanto se degustam os “Menus História com Arte – Pombinhas de Santarém”, que integram uma pombinha com fiambre ou com presunto da Nobre e sumos da Compal, podem apreciar-se obras de arte de diferentes artistas.

No lançamento da iniciativa, que conta com a adesão de 21 pastelarias, estiveram presentes Ricardo Gonçalves, presidente da autarquia scalabitana, Inês Barroso e Jorge Rodrigues, vereadores da CMS, os parceiros desde a 1ª edição, Guilhermina Felizardo, da Sumol Compal, Filipe Ribeiro da Nobre, Paulo Oliveira, da Pastelaria Bijou, os artistas Mário Rodrigues, Carlos Amado, Francisco Pereira e Fernanda Narciso. Além de Nuno Domingos, Gestor do Projeto Verão In Str. …é um espanto!

Mário Rodrigues explicou a intenção que pretende projetar com as pequenas esculturas, que expõe na montra da pastelaria Bijou que de alguma forma sintetizam o projeto In.Str: Uma mulher amputada, representando a cidade triste que se vivia quando do início do projeto, em 2015; as duas estátuas de mulheres de braços abertos, apelando à atenção de todos para a importância e a necessidade de atenção para a cidade, a escultura do grupo que se abraça, pois só com a vontade de todos será possível melhorar o nosso destino coletivo (no fundo o que o projeto tem feito nestes seus quatro anos de existência) e, finalmente, a “Menina à Janela” imagem de felicidade do futuro que se projeta para Santarém e que todos os envolvidos pretendem alcançar.

Inês Barroso, vice-presidente da autarquia, referiu que o In.Str pretende, na sua missão mais relevante, dar vida ao Centro Histórico, “com todos os agentes da cultura, pintura, escultura, das artes, do movimento, dos nossos artistas e empresários, pretendendo que o nosso Centro Histórico seja cada vez mais vivenciado”. No final, Inês Barroso agradeceu aos parceiros desta iniciativa pois só com todos é que se consegue fazer caminhos, implementar futuros e realizar sonhos.

Graças à cooperação de várias entidades envolvidas: CMS, Compal, Nobre e estabelecimentos aderentes, os habitantes de Santarém e todos quantos nos visitam, vão poder degustar estes Menus História com Arte…, que se baseiam nas pombinhas, em conjunto com os produtos alimentares das duas empresas: fiambre e presunto da Nobre e os sumos da Compal.

A Compal aproveitou esta iniciativa para apresentar uma nova gama de sumos só à base de fruta e 100% natural.

Misto de pão e bolo tradicional, feito com massa de farinha de trigo, ligeiramente adocicada, que contou com grande devoção na zona de Santarém e na região.

Segundo a antiga tradição, este bolo celebra a amizade e a reconciliação e terá feito parte do bodo distribuído aos pobres no dia de Pentecostes, data assinalada 50 dias após a celebração da Páscoa.