Notícias

Estreia de Quatro Antífonas Marianas para coro e órgão encerra 3.º Ciclo de Órgão de Santarém

O concerto intitulado Século XXI, que terá lugar no próximo domingo, dia 30 de Julho, pelas 19h00, na Igreja Catedral de Santarém, encerra o 3.º Ciclo de Órgão de Santarém.

A cargo do Ensemble Lusiovoce, com Sérgio Silva no órgão e Clara Alcobia Coelho na direcção, este concerto é maioritariamente preenchido com execução de peças de canto gregoriano a cappella, cada uma seguida de uma versão contemporânea para coro e órgão, em estreia absoluta: é estreada a obra Quatro Antífonas Marianas de João Vaz (n.1963), com quatro andamentos - Alma Redemptoris Mater, Salve Regina, Ave Regina Cælorum e Regina Coeli -; do mesmo compositor, também baseando-se em canto gregoriano, estreia-se o hino mariano Ave maris stella e o andamento da missa de defuntos Lux Æterna, composto em parceria com João Pedro d'Alvarenga (n.1961); de Sérgio Silva (n.1981), que também participa no concerto como organista e improvisador ao órgão, estreia-se o hino O filli et filiæ para coro e órgão, baseado num cântico medieval com o mesmo título.

O programa inclui ainda a primeira audição em Portugal da peça De Sancta Maria da compositora suiça Caroline Charrière (n.1960), peça inspirada em Cum erubuerint da compositora medieval Hildegard von Bingen (1098-1179).

Através da encomenda e execução de repertório novo, o 3.º Ciclo de Órgão de Santarém encerra, ao fim de 9 eventos que envolveram onze organistas, quatro coros, uma orquestra e sete órgãos históricos, cumprindo o seu principal objectivo, disponibilizar ao público não apenas uma viagem pela história do canto gregoriano e o órgão em Portugal, da Idade Média até à actualidade, mas também, numa atitude pro-activa, fornecer novos repertórios, úteis ao presente e ao futuro da comunidade.

Terminado o Ciclo de Órgão, prolonga-se até Outubro a série paralela Recitais Comentados 2017, com frequência de um por mês. O próximo recital acontece a 6 de Agosto, domingo, às 17h30, na Igreja de Marvila, com o organista David Paccetti Correia, repertório de Scarlatti, Seixas, Stanley e Zipoli. Depois, a 17 de Setembro, às 17h30, há recital com Marco Brescia na Igreja da Misericórdia. Finalmente, a 15 de Outubro, às 17h30, na Igreja da Piedade, o encerramento da programação Recitais Comentados 2017 com Radoslaw Marzec.

O 3.º Ciclo de Órgão de Santarém e a série Recitais Comentados 2017 são programações promovidas pela parceria Órgãos Históricos de Santarém entre Câmara Municipal, Diocese e Santa Casa da Misericórdia de Santarém. Mais informações em www.ohs.pt e https://www.facebook.com/historical.organs.santarem

David Paccetti Correia

Coordenador dos ÓHS