Centro Histórico

Informação

10:00 - 13:00 | 14:00 - 18:00
Segunda, Quarta a Domingo
Praça Sá da Bandeira, 1

A Igreja da invocação de Nossa Senhora da Conceição, inicialmente dos padres da Companhia de Jesus e, depois de 1780, do Seminário Patriarcal de Santarém, é um dos mais importantes e formosos monumentos sacros do património scalabitano.

Trata-se de um edifício de estrutura e fachada maneirista construída entre 1672 e 1711. O frontispício da igreja possui cinco corpos distintos, dando uma forte impressão de força e poder. Impressão de poder que são aumentados e complementados com as duas partes simétricas do conjunto edificado, formando como que um uno e grande palácio de Deus.
O interior do templo de uma só nave possui oito capelas laterais, onde o esplendor e riqueza do barroco nos deslumbram, em nítido contraste com a sobriedade do frontispício. O tecto da nave, de pintura prospética, de 1728 com a iconografia da ascensão de Nossa Senhora, figuras Jesuítas e alegorias às partes do Mundo então conhecido.
O belo tecto da Capela-Mor é obra, em perspectiva arquitectónica, do pintor escalabitano Luís Gonçalves de Sena, executada em 1754 e que complementa o encantamento que toda a decoração interior nos transmite.
Recentemente, a Igreja e o antigo Seminário de Santarém foram concedidos, pela Santa Sé, para sede da Catedral ou Sé e Paço Episcopal da Diocese de Santarém, nomeando-se o seu primeiro Bispo, em 16 de Julho de 1975.

O órgão de tubos da Igreja da Sé encontra-se ao centro do coro alto, numa posição de frente para a capela-mor. Este órgão é o único, dos oito que constituem o património organístico da cidade de Santarém, que não faz parte da organaria ibérica. A sua origem é britânica, foi construído pelo organeiro inglês James Chapman Bishop, em 1835. 
Foi objecto de intervenção em 2008 levada a cabo pelo mestre organeiro Nuno Rigaud.